Quem me levará sou eu


Sim, eu mesmo me levarei. 
Me levarei por caminhos desertos. 
Ruas sem curvas. 
Certamente encontrarei bêbados conversando suas verdades. 
Prostitutas vendendo seus beijos e afagos. 
Beatas santificadas por si próprias. 
Se raiar o amanha, tomarei um cafezinho com o catador de latas e papel. 
Quem me levara sou eu, deixando na minha sombra pessoas vazias e que perderam a honra, a virgindade e o caráter por imposição da suas poucas vergonhas, se é que elas tiveram vergonha. 
Quem me levará sou seu, seja pra lá, seja pra cá, não me interessa. 
Levarei um agasalho, um guarda chuvas e o jornal de amanha.

Jose Claudio Correia Primo
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário