Seja bem-vindo.

segunda-feira, maio 01, 2017


DATA DA PUBLICAÇÃO: segunda-feira, maio 01, 2017
TIPO DE RIMA:

O menino e eu



Juntos, nos sentamos na soleira da porta.

Eu, feito menino, me contentava em contar as estrelas.

O menino, feito homem grande, me assustava com difíceis interrogatórios.

De vez em quando ríamos os dois das coisas ditas sem graça.

Ele me olhava com expressão de dúvidas e envergonhadamente perguntou minha idade.

Fiz que não ouvi. Ele insistia em contar minhas rugas para tentar adivinhar o tempo que eu tinha.

Fiquei triste e com pena do meu menino.
Respondi. Firme e forte: Tenho 73 setembros.
Vividos e bem vividos.

Nossa como o senhor já é velhinho.....

Dei uma gargalhada meio sonora e respondi: 
Não sou velho meu menino, você é que não cresceu ainda.

Me dá a mão e vamos brincar de pega-pega.
Quem pegar primeiro, ganha um beijo
Mas, antes, vem, me abraça com a leveza do teu sorriso.

(CLAUDIO CORREIA, 02.05.17. ESTE PRIMEIRO POEMA DE MAIO, MANDO PRA VOCÈ MARCELO GONÇALVES CORREIA).

ÁREA PUBLICITÁRIA

Copyright © Escritos e relatos™ is a registered trademark.

Designed by Templateism. Hosted on Blogger Platform.